Por que trabalhar o glúteo?

Todos nós sabemos que na evolução, adquirimos a posição de andar bípede. E o músculo que é responsável por isso é o glúteo máximo.

O glúteo máximo é o maior músculo do corpo humano. Quando eles estão bem e fortes, eles ajudam a prevenir lesões na coluna inferior.

 

 

Quando comparamos com os chimpanzés, o glúteo máximo humano é aproximadamente 1,6 vezes maior em relação à massa corporal. As origens e inserções do glúteo humano também são diferentes dos macacos, sendo o glúteo máximo humano com uma fixação mais superior, até o ílio, e amplo.

Deve-se ressaltar que não é o glúteo que nos permite a posição ereta, mas é a ação dele nas atividades de correr, caminhar, escalar, entre outras, que permite que o tronco fique estabilizado. Evidências também sugerem que um aumento no tamanho do glúteo máximo coincide com aumento da confiança de nossos antigos ancestrais na corrida de resistência como um meio para obter o jantar, já que perdíamos em uma corrida com um quadrúpede em termos de velocidade, porém somos muito melhores corredores de longa distância do que outros primatas e a maioria dos outros animais.

Uma das estratégias de nossos antepassados do Paleolítico provavelmente empregadas na busca de comida era caça com persistência, uma estratégia de caça em que os caçadores usam uma combinação de correr, caminhar, para perseguir presas ao ponto de exaustão.

 

Mas nos dias de hoje…

bipedal_frank_and_ernest

Nós gastamos muito tempo sentados, com má postura, e isso causa atrofia do glúteo. O trabalho sentado é o mais comum agora, e mais pessoas passam a maior parte de seu dia sentado em uma cadeira.

Através de milhões de anos de evolução, o glúteo máximo humano evoluiu porque melhorou a capacidade dos nossos ancestrais a sobreviver em ambientes onde correr, andar em terrenos irregulares, e escavação eram uma parte básica da vida diária. Quando abandonamos completamente este modo de vida e adotamos um estilo em que o corpo humano – incluindo os glúteos – não são devidamente adaptados, os problemas ocorrem e as dores aparecem…

 

 

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s