Riscos na corrida… insolação ou arritmia?

A participação das pessoas em corridas tem aumentado cada vez mais nos últimos tempos. Isso é bom, pois é uma atividade saudável, recomendada por muitos cardiologistas, porém como todo esporte tem seus riscos, e mesmo sendo baixo, há o risco de morte súbita. Esse fator chamou bastante atenção aos pesquisadores pois uma parcela significativa dos falecimentos são de jovens, saudáveis e ativos.

run

As causas mais importantes de morte súbita na corrida são arritmia e insolação. As arritmias tiveram maior atenção, e pouco sobre a insolação, que leva a um “golpe de calor”, no qual a temperatura central do corpo se elevada, associando a disfunção múltipla dos órgãos. Há a disfunção cerebral, com episódios de desorientação, confusão, perda de equilíbrio, comportamento irracional, apatia, agressividade, e delírio, levando ao colapso súbito com perda de consciência.

Os sintomas iniciais da insolação passam despercebidos, e a deterioração tão rápida que pode levar a uma parada cardíaca. No socorro, consideraram o problema cardíaco, e não aferem a temperatura central.

O artigo citado realizou uma revisão de artigos sobre corrida de longa distância que se passaram em Tel Aviv de 2007 a 2012, cidade que possui climas elevados.

Foi encontrado que todos os eventos fatais foram causados por insolação e não por arritmia cardíaca. Assim foi notado que os riscos de insolação durante a prática desportiva é subestimado. A incidência de acidente vascular cerebral pelo calor é tão elevada como 1 a 2
casos por 1.000 participantes em corridas realizadas ambiente quente e úmido, mas também pode acontecer em lugares de clima ameno, como a Great North Run, a maior meia maratona do mundo, que acontece anualmente em Newcastle, Grã-Bretanha. Em 2009, 55 de 54.000 participantes foram diagnosticados com derrame de esforço pelo calor e em 2005, 4 atletas morreram com suspeita de insolação como a causa.

Muitos casos relatados como arritmia podem ter sido secundários a insolação. A temperatura deve ser medida de imediato e de forma retal, o que pode ser considerado uma forma não viável. Porém sintomas como colapso inesperado com fibrilação ventricular documentada, pode ser o modo de apresentação da insolação.

É difícil controlar a insolação, mas pode-se orientar os participantes de corrida a:

  • Aclimatarem na região da corrida pelo menos 10 dias
  • Não correrem se apresentarem febre, ou se ficaram doentes a pouco tempo
  • Informar sobre os perigos do aquecimento central

 

Confira o artigo na íntegra.

 

 

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s