Varizes em membros inferiores

Essa época do ano muitas pessoas viajam, passam muito tempo em carros e aviões. Pessoas que não tem problema algum já sofrem de edemas nas pernas, dores, imaginem as pessoas que apresentam varizes, problemas de circulação, entre outros?

 

universo-jatoba-trombose2

Abaixo estamos abordando o artigo: Varizes de extremidades inferiores, Hemodinâmica e métodos de tratamento, dos autores Maciej Chwała, D, Wojciech Szczeklik, E–F, Michał Szczeklik, E, Tomasz Aleksiejew-Kleszczyński, E, Maria Jagielska-Chwała, E.

O artigo na íntegra encontra-se no site: http://www.advances.am.wroc.pl/pdf/2015/24/1/5.pdf

 

Sabe-se que a insuficiência venosa crônica é comum entre 50% dos adultos, levando a diversas consequências, como a ausência no trabalho, desconforto, dor e um declínio na qualidade de vida. A doença é classificada em 7 fases, desde sem sintoma algum, pequenos vasos até úlceras, e perda do membro afetado, podendo levar a risco de vida.

A doença afeta 61% de mulheres e 38% dos homens na população adulta.  A incidência de varizes aumenta com a idade, e é uma doença crônica degenerativa.

 

O Mecanismo de retorno do sangue venoso

O retorno venoso depende de vários fatores. Veias profundas situam-se entre os grandes grupos musculares, dentro do compartimento miofascial. Durante as contrações musculares, a pressão gerada dentro do compartimento fascial é diretamente transferida para as veias, fazendo com que o sangue venoso flua em direção ao coração. Este mecanismo bombeia 90% do volume de sangue venoso do membro inferior através dos vasos profundos. Os vasos superficiais estão ligados ao sistema venoso profundo através da junção safeno-femoral e safeno-poplítea e veias perfurantes., dreanandoo sangue venoso da pele e tecido subcutâneo. A direção do fluxo de sangue da parte superficial para o sistema venoso profundo é mantida pelas diferenças de pressão existentes.

Se uma pessoa saudável de altura média fica parada por alguns minutos, a pressão hidrostática no sistema venoso sistema do pé aumenta, levando a um desconforto e assim o músculo involuntariamente realiza contrações. Assim, se uma bomba muscular funcionar corretamente evita um aumento de pressão na posição de pé.

Microcirculação

A microcirculação tem uma estrutura delicada, não tolerando alta pressão hidrostática. Assim ela exige mecanismos precisos para bombear o sangue venoso para fora, a fim de evitar um “overflow”. Do contrário, poderá haver a ativação da célula endotelial, a extravasão de macromoléculas e células vermelhas do sangue, a ativação do sistema imunológico, e a diapedese de leucócitos. Isso danifica os tecidos, levando a necrose e ulceração.

 

Varizes

Varizes primárias são uma das manifestações da doença venosa crônica. Há a degeneração de troncos e válvulas, levando a um fluxo anormal do sistema venoso profundo para o superficial. Assim, o fluxo sanguíneo gerados no sistema venoso profundo cefálico é prejudicado pela direção oposta do fluxo superficial em veias, onde o sangue flui para baixo. Depois de ter sido drenado por contrações musculares, o sistema venoso é rapidamente reabastecido até uma pressão hidrostática máxima com sangue que flui através dos vasos superficiais insuficientes. Quanto maior for o diâmetro dos troncos insuficientes, mais rapidamente a pressão máxima é atingida. Em indivíduos saudáveis, a queda de pressão após ativação da bomba é maior e o tempo necessário para encher o leito vascular é mais longo. Em um tecido não saudável há a sobrecarga de volume, que se mantida durante muitos anos, leva a irreversível e secundárias alterações no sistema venoso profundo.

A descrição dos tratamentos médicos estão no artigo. Mas nossa recomendação é fazer exercícios.

Mantenha seus músculos e vasos saudáveis. Façam exercícios!

 

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s