Por que tratar entorse de tornozelo?

Você já ouviu alguém dizer: “Depois que torci o tornozelo uma vez, acontece sempre!”
Bom, não precisa ser necessariamente assim. Isso irá depender da gravidade da entorse e da reabilitação.

ankle

A entorse é classificada em 3 graus:
Grau I: Leve estiramento do ligamento.
Grau II: Estiramento com ruptura de algumas fibras do ligamento.
Grau III: Ruptura completa do ligamento.

Muitas pessoas sofrem somente o grau I e II de entorse. Logo se recuperam, voltam a andar normal e realizam suas atividades habituais. Mas o problema não é somente o ligamento. Em uma entorse, a cadeia inteira do movimento sofre a lesão, causando alterações também em joelho e quadril. Assim, ao voltar rapidamente sem tratamento, a possibilidade de recidivas aumenta.

Já o grau III a recuperação é mais demorada, o que leva a pessoa a buscar ajuda. O fisioterapeuta faz toda avaliação e tratamento da cadeia, e o indivíduo terá que realizar o trabalho de fortalecimento, treino de equilíbrio e propriocepção sempre, pois já não possui ligamentos para estabilizar a articulação, passando essa função para os músculos.

Assim, aconselho a sempre buscar ajuda em caso de entorses, pois pode não te atrapalhar no momento, mas sim, muitas vezes depois!

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s