Como o trabalho pode influenciar no estilo de vida sedentário.

 

Hoje falaremos sobre o artigo  “Job strain and unhealthy lifestyle: results from the baseline cohort study, Brazilian Longitudinal Study of Adult Health (ELSA-Brasil)” publicado na revista BMC Public Health. 

image

Este estudo foi realizado a partir de quase 12.000 trabalhadores de seis cidades brasileiras. É o primeiro estudo em grande escala para examinar o stress no trabalho em relação a atividade física, lazer insuficiente e tabagismo no Brasil.

No estudo, a idade média da população foi 49,2 anos, 47,8% de homens e 52,2% de mulheres. Do total, 44,5% não estava envolvido em nenhuma atividade física ou de lazer. Os resultados do trabalho indicam que indivíduos sujeitos a alta tensão e demanda de trabalho são mais propensos a serem fisicamente inativos ou se envolver em atividades físicas por menos da quantidade recomendada.
Trabalho de alta tensão é reconhecido como um fator de risco para a inatividade física. A Associação pode ser diferente de acordo com o status socioeconômico. Entre as mulheres, de alta níveis de tensão no trabalho pode ter efeitos ainda mais substanciais sobre a inatividade física se combinado com as exigências e responsabilidades familiares.
Além disso, a falta de tempo é relatada como uma razão para não se envolver em comportamentos saudáveis, tais como o exercício físico e uma alimentação saudável. Indivíduos com trabalhos ativos têm mais controle sobre seu expediente e, em geral, o tempo; o que torna mais fácil a realização de atividade física, diferente daqueles com estresse no trabalho e baixo controle sobre o tempo de trabalho.
Como conclusão o estudo aponta para a importância do trabalho psicossocial
para estimular a atividade física. Estes resultados fornecem evidências adicionais para a associação entre o ambiente psicossocial do trabalho
e comportamentos relacionados à saúde.
Isto pode beneficiar o planeamento e promoção da saúde no local de trabalho. Por isso, o ambiente de trabalho deve ser levado em consideração em todas as políticas de saúde destinadas a promover hábitos saudáveis na população em idade economicamente ativa.

Leia o artigo completo aqui: http://www.biomedcentral.com/1471-2458/15/309

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s